Logo - CIVAP
Notícia
 

07/12/2017 - CIVAP PRESENTE NO SEMINÁRIO COLABORA EDUCAÇÃO

 

Evento foi promovido por grandes institutos do país, entre eles a Fundação Itaú Social parceira do Civap em ações no Vale Paranapanema.

 

O Consórcio Intermunicipal do Vale do Paranapanema – Civap participou no período de 29/11 a 01/12, do primeiro Seminário Colabora Educação, realizado em São Paulo, com o objetivo de debater os desafios da educação e o regime de colaboração.

O evento foi promovido em parceria pelo Instituto Natura, Instituto Unibanco, Instituto Positivo, Fundação Itaú Social, Movimento Todos pela Educação, Fundação Lemann, Instituto Ayrton Senna e Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Durante o evento ocorreu o lançamento de um livro sobre casos de sucesso de Arranjos de Desenvolvimento da Educação (ADEs), no Brasil. O livro foi publicado pelo Instituto Positivo, em parceria com o Movimento colabora Educação. Além do lançamento foram realizados bate-papos com os entrevistados, desta edição do livro, representantes dos arranjos que estão melhorando a qualidade da educação em diferentes regiões do país, entre eles o Civap, que  foi representado pela sua diretora executiva, Ida Franzoso de Souza. A diretora falou sobre as experiências na área da Educação desenvolvidas na região do Vale Paranapanema, como o Programa Melhoria da Educação nos Municípios, em parceria com a Fundação Itaú Social e a Ong Oficina Municipal, o convênio firmado com a Unesp, com objetivo de promover capacitação de técnicos e gestores, alémda criação e ações da Câmara Técnica da Educação do Civap.

No dia 30 as discussões giraram em torno do tema “Municípios e o Regime de Colaboração”, com o objetivo de promover troca de experiências entre as ações experimentais colaborativas realizadas.

Sobre - O Colabora Educação nasceu como uma Mesa Temática no âmbito do Conselho Consultivo da Sociedade Civil do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) no Brasil. O Movimento tem o objetivo de fomentar e fortalecer ações colaborativas entre os entes federados, entendendo-as como uma condição necessária para o avanço da melhoria dos resultados de aprendizagem de todos. Já existem vários estudos em andamento e a ideia agora é construir um Mapa das Experiências de Regime de Colaboração em Educação atualmente existentes no país.